Lista de leitura em junho de 2018

516OOTJbanL._SX346_BO1,204,203,200_
Melhor livro do mês

Minha meta é durante a vida ler no minimo um livro por semana. Segue os livro lidos nesse mês.

Rowling, J. K. Harry Potter e o Enigma do príncipe. Rocco, 2017.

Morrow, Carol Ann. Terapia da paz. Paulus, 2004.

ROWLING, J. K. Harry potter e as relíquias da morte. Rocco, 2017.

Antologia Mitografia

Revista trasgo #02

Revista trasgo #03

BROWN, Dan. Origem. Arqueiro, 2017.

ROWLING, J.K. Historias de Hogwarts: proezas, percalços e passatempos perigosos. Pottermore, 2017.

ROWLING, J.K. Historias de Hogwarts: poder, política e poltergeists petulantes. Pottermore, 2017.

ROWLING, J.K. Hogwarts: um guia imperfeito e impreciso. Pottermore, 2016.

ROWLING, J.K. Harry Potter e a criança amaldiçoada: parte um e dois. Rocco, 2016.

KING, Stephen. Sobre a Escrita: a arte em memórias. Suma de letras, 2015. (melhor leitura do mês de junho)

NOVELLO, Eric. Neon Azul. Draco, 2010. (segunda melhor leitura do mês de junho)

ROWLING, J.K. Os Contos de Beedle: o bardo. Rocco, 2008.

SHIROW, Masamune. Ghost in the Shell. JBC, 2006. (coleção completa)

TOGASHI, Yoshihiro. Yu yu hakusho. JBC, 1990. (coleção completa)

 

Caso queria me indicar algo para ler pode escrever o que seria , vou pensar com carinho.

 

E se não for pedir muito, já pensou em se torna meu leitor beta? É simples , basta assinar, clicando aqui na minha lista de e-mail, que ainda estou aprendendo a usar. Prometo não fazer spam e se um dia, não quiser me acompanhar, não ficarei chateado.

Gratidão pela sua companhia e seu tempo.

O estudante

c6075d7ac70c1e6a91216af6cbb43cfd
Credit: Al Margen

O estudante acordou desanimado para mais um início de semana, enquanto escovava os dentes fazia o inventário das coisas a serem feitas. Tinha três imensos artigos científicos pra ler e um livro a ser lido para a prova na sexta. Foi tentado durante o final de semana e já no começo dessa manhã pelas fotos e posts que enchiam seu celular via whatsapp, telegram, facebook e instagram, lotados de frases otimistas, churrascos, festas e trilhas. Fazendo com que aumentasse o seu rancor e o sentimento de vida desperdiçada.

No e-mail do estágio, oitenta e sete requeriam sua atenção. No pessoal, mais de cem, a maioria spam. No caminho da faculdade via pulsando em sua retina, milhares de dados fragmentados, que eram decodificados: sinais de trânsito, roupas, placas de carros, capas de revistas, outdoors e jornais. Ao abrir o Notebook no metrô, na tela dezenas de links, pop-ups tentam distrai-lo, como chamarizes sobre assuntos que mais o agradam: marketing, management, publicidade, informática, variedades e de educação, além de todas as pendências da semana passada. Na sua mochila se encontram três livros: dois que ganhara de presente e um que comprou na semana. Apesar do peso, não os tirava da mochila com medo que fossem se juntar às dezenas de outros livros que estão, há meses, na sua estante em uma fila de espera para um dia, serem lidos.Dentre eles alguns forma comprados há cinco bienais passadas, que ainda estava lá no plastico e com cheiro de novo.

Em sua estante se encontram filmes e documentários imperdíveis que não conseguia ver, e que muitos já viram, menos ele. A lista do serviço de streaming deixou a notificação de lançamento de uma nova série hoje a noite. E sua agenda informava para fazer o relatório mensal, não perder a pré estreia do novo filme de aventura e a consulta ao dentista na quinta.

As vezes se sentia esgotado, cheio e inchado. Como um animal que digeriu além do que podia. Contudo, num mundo competitivo e predatório, sabia que não podia ficar para trás. Mesmo que isso gerasse uma sensação de frustração e incapacidade que, aos poucos, ia se transformando em uma ansiedade cada vez maior.

Vivia na Era da Informação, e caminhava em um oceano de dados, bytes e fatos que, isoladamente, não tinham significado.

Assim aos pouquinhos, definhava em vida.


Sua opinião é muito importante! Sempre! Se escrevo é para você.

Então, se gostou, tem criticas, qualquer comentário. Deixe sua opinião aqui em baixo, ela é muito importante para que eu possa melhorar na escrita.

Uma forma de me ajudar: Compartilhe esse conto em suas redes! Ajuda muito!

E se não for pedir muito, já pensou em se torna meu leitor beta? É simples , basta assinar, clicando aqui na minha lista de e-mail, que ainda estou aprendendo a usar. Prometo não fazer spam e se um dia , não quiser me acompanhar, não ficarei chateado.

Gratidão pela sua companhia e seu tempo.

Lista de leitura em maio de 2018

61jbwf062eL
Melhor livro do mês.

 

Sempre amei listas!

Tenho de coisas a fazer, livros para ler,  séries, filmes, coisas impossíveis, sonhos, desejos, compras… e etc.

Pensei que seria uma boa ideia publicar todo mês minha lista de leitura. Poderia fazer um resenha, trabalha melhor cada um, mas não quero ser crítico de literatura.

Tenho muito prazer na leitura, outros não tem. Já indiquei livros que foram amados e vi amigos detestarem. O contrário também já aconteceu, livros abandonados por mim, serem apreciados. Penso que ou a pessoa não estava no tempo certo de leitura, Como um romance que depende do desejo conjunto de  ambos. Ou que a história não é para a pessoa. Simples assim.

Manguel, Alberto. O leitor como metáfora: O Viajante, a Torre e a Traça. Sesc, 2017.(segunda melhor leitura do mês, Livro lindo!)

PÊRA, Marília. Cartas a uma jovem atriz. Elsevier, 2008.

Gleiser, Marcelo. Retalho cósmico. Companhia das Letras, 1999.

Rowling, J. K. Harry Potter e a pedra filosofal. Rocco, 2017.

Rowling, J. K. Harry Potter e a câmara secreta. Rocco, 2017.

Rowling, J. K. Harry Potter e o prisioneiro de Azkaban. Rocco, 2017.

Bianchi, Jana P. Lobo de Rua. Dame Blanche, 2016.

Revista Trasgo #01

Rowling, J. K. Harry Potter e o Cálice de fogo. Rocco, 2017.

Rowling, J. K. Harry Potter e a Ordem da fênix. Rocco, 2017.

Rowling, J. K. Harry Potter e o Enigma do príncipe. Rocco, 2017.

Morrow, Carol Ann. Terapia da paz. Paulus, 2004.

————————————————————————————–

 

Sua opinião é muito importante! Sempre! Se escrevo é para você.

Então, se gostou tem criticas, qualquer comentário. Deixe sua opinião aqui em baixo, ela é muito importante para que eu possa melhorar na escrita.

Uma forma de me ajudar: Compartilhe esse conto em suas redes! Ajuda muito!

E se não for pedir muito, já pensou em se torna meu leitor beta? É simples , basta assinar, clicando aqui na minha lista de e-mail, que ainda estou aprendendo a usar. Prometo não fazer spam e se um dia , não quiser me acompanhar, não ficarei chateado.

Gratidão pela sua companhia e seu tempo.